Pesquisa

Equipamentos Multiusuários

Equipamento para Processo DED (Direct Energy Deposition)

Foi concedido pela FAPESP pelo Projeto Temático FAPESP nro. 2016/11309-0 e compõe o parque de equipamentos do Laboratório de Processos Avançados e Sustentabilidade (LAPRAS) do Departamento de Engenharia de Produção (SEP). O equipamento é capaz de depositar material metálico a partir de matéria-prima na forma de pó metálico e fabricar peças pelo processo de deposição direta por energia (DED – Direct Energy Deposition).

 

Câmera infravermelha de alta velocidade

Foi concedida pela FAPESP pelo Projeto Temático FAPESP nro. 2016/09509-1 e compõe o parque de equipamentos do Grupo de Pesquisa em Transferência de Calor (HTRG) do Departamento de Engenharia Mecânica (SEM). A câmera é capaz de obter imagens infravermelhas em elevada taxa de aquisição e alta sensibilidade de gradiente térmico.

 

Câmera monocromática de alta velocidade

Foi concedida pela FAPESP pelo Projeto Temático FAPESP nro. 2016/09509-1 e compõe o parque de equipamentos do Grupo de Pesquisa em Transferência de Calor (HTRG) do Departamento de Engenharia Mecânica (SEM). A câmera é capaz de obter imagens monocromáticas em elevada taxa de aquisição e resolução.

Última atualização em Terça, 12 Março 2019 16:15

Acessos: 1444

Orientações para iniciação científica

COMO REALIZAR INICIAÇÃO CIENTÍFICA

 

Todos os alunos poderão concorrer a Bolsa de Iniciação Científica, a partir do primeiro ano de curso. Para tal o aluno deverá encontrar um docente que desenvolva pesquisa em sua área de interesse e que concorde em ser seu orientador. O professor receberá o edital da inscrição de algum dos programas de bolsa e poderá escolher o aluno.

 

Os editais são publicados em janeiro/fevereiro, as inscrições ficam abertas até o ultimo dia de março e deverão serão feitas através do Sistema Atena pelo professor responsável. Dica: Não deixe para o ultimo dia.

 

Requisitos para o aluno

  • • Desenvolver um projeto de pesquisa junto com o professor escolhido;
  • • Abrir um Currículo Lattes na página do CNPq. Só depois de validado pelo CNPq é que o Currículo estará cadastrado;
  • • Cadastrar todos os documentos pessoais, atualizar endereço, número de telefones fixos e celulares no Serviço de Graduação.
  • • Cadastrar, junto ao Serviço de Graduação, conta corrente e código da agência de conta bancária, que deve ser do Banco do Brasil. O bolsista também deverá informar ao Serviço a que tipo de bolsa está concorrendo (Benefícios ou CNPQ).

 

Inscrição: Cadastro Sistema Atena

O professor deverá preencher todos os campos do Sistema Atena e incluir os documentos em PDF (o projeto de pesquisa poderá conter até 3 páginas).

 

Resultados

Quando sair o resultado o aluno contemplado receberá um e-mail do CNPq solicitando a validação do projeto. Após a validação, o aluno deverá imprimir o Termo de Aceitação de Bolsas no site do CNPq e entregar na secretaria da Comissão de Pesquisa.

O aluno deverá estar com o CPF, Currículo Lattes e Dados Bancários regulares e atualizados.

 

Relatórios

Durante a vigência da bolsa deverão ser entregues o relatório parcial e final, nos seguintes prazos:

 

Parcial - até 31 de janeiro

Final - até 31 de julho

 

O bolsista deverá redigir e entregar o relatório ao orientador para conferência. O orientador, por sua vez, enviará o relatório juntamente com o parecer sobre este para a Comissão de Pesquisa (em PDF). O relatório poderá ter até 4 MB.

 

SIICUSP

É obrigatório aos alunos bolsistas apresentar trabalhos no Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP (o SIICUSP).

 

As inscrições deverão ser cadastradas no site do SIICUSP, e normalmente são abertas entre os meses de junho e agosto.  O cadastro deverá ser validado pelo orientador para estar completo. Atente-se às divulgações de datas e prazos!

 

 

 

PRÉ-INICIAÇÃO CIENTÍFICA

 

Professores interessados podem receber alunos de ensino médio ou técnico, que atendam as necessidades do projeto e estudem em instituições públicas, para realizar iniciação científica. Para a Escola de Engenharia são indicados os alunos da Escola Técnica Industrial devido aos tipos de projetos aqui desenvolvidos.

 

O docente que quiser receber um destes alunos deve entrar em contato com a Direção da Escola Técnica Industrial e, em seguida, com a secretaria da Comissão de Pesquisa para fazer as inscrições no Sistema Atena.

 

Última atualização em Terça, 30 Outubro 2012 14:28

Acessos: 3232

Parcerias e Inovação

 

Transferência de Tecnologia

A transferência de tecnologia entre empresas e instituições de pesquisa tem sido impulsionada devido à crescente importância do conhecimento para o avanço tecnológico e competitividade.


O desenvolvimento das tecnologias pode ser realizado por meio de duas perspectivas: a inovação guiada pela ciência, segundo a qual os resultados de pesquisa mostram-se aplicáveis e promissores de tal forma que podem gerar negócios com base nas invenções; e a inovação guiada pelo mercado, em que as demandas das empresas é que orientam interfaces de processos inovativos podendo ser desenvolvida entre a academia e o setor industrial.


A referência desta proposição é a de que o maior resultado em inovação em quaisquer setores, especialmente o industrial, advém da utilização de recursos internos e externos a partir de redes de colaboração. Nesse contexto, o potencial da pesquisa acadêmica é reforçado, sendo a universidade também um agente do desenvolvimento econômico.


Na Universidade de São Paulo, o processo de transferência de tecnologia pode ocorrer por meio dos licenciamentos dos pedidos de patente/patente, contratos de transferência de know-how, exploração de marcas, direitos autorais e convênios (onde são desenvolvidas demandas da empresa em conjunto com a universidade). Além das formas tradicionalmente acadêmicas envolvendo publicações, eventos e formação de pessoal qualificado. 

 

icone botao mais2

Transferência de Tecnologia

 

 

Propriedade Intelectual

A propriedade intelectual pode ser entendida como as criações da mente: invenções, obras  literárias e artísticas, símbolos, nomes, imagens, desenhos e modelos  utilizados no comércio, segundo  definição da Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI).

 

O conceito abrange duas grandes áreas: Propriedade Industrial (patentes, marcas,  desenho industrial, indicações geográficas e proteção de cultivares) e Direito Autoral (obras literárias e artísticas, programas  de computador, domínios na Internet e  cultura imaterial).

 

A propriedade intelectual protege os criadores ou responsáveis por qualquer produção do  intelecto (seja nos domínios industrial, científico, literário e/ou artístico) garantindo por um determinado período de tempo, a possibilidade de  recompensa ao inventor.

 

icone botao mais2

Patentes

 

  

Empreendedorismo

Saber detectar oportunidades, avaliar riscos, arregimentar colaboradores, delinear planos de ação, são habilidades que precisam constar no arsenal de todo profissional de sucesso.

 

Atualmente, a estratégia e a tática do empreendedor moderno não estão voltadas apenas para o êxito pessoal. Faz-se necessário aos alunos de engenharia expandir o pensamento e focar no desenvolvimento de sua comunidade.

 

Na EESC os alunos contam com a EESC Jr, que existe para proporcionar soluções de qualidade em engenharia e arquitetura, preparando seus membros para a realidade do mercado e contribuindo para o desenvolvimento do Movimento de Empresa Júnior.

 

icone botao mais2

EESC Júnior

  

 

Agência USP de Inovação

Pró-reitoria de Cultura e Extensão Universitária

Polo São Carlos - Agência USP de Inovação

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

tel.: (16) 3373-8052

 

 

Última atualização em Quarta, 31 Outubro 2012 08:48

Acessos: 7684

Cooperação Internacional

Cooperação Internacional

Última atualização em Terça, 26 Junho 2012 17:17

Acessos: 51

Especialistas USP

Especialistas USP

Última atualização em Terça, 26 Junho 2012 17:16

Acessos: 55

EESC para você         

AlumniUSP

Mais Buscados

Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo.