CPTM recebe visita de estudantes da USP São Carlos

Alunos do curso de Engenharia Civil do Campus em São Carlos da Universidade de São Paulo (USP) percorreram 250 km para conhecer o sistema operacional da CPTM nos dias 3 e 4 de abril. Uma agenda foi montada especialmente para os 45 universitários.

 

eesc cptm

 

No primeiro dia, eles foram recepcionados pelo analista de comunicação, Affonso Romero, do Departamento de Marketing, que contou a história da ferrovia e das antigas empresas que deram origem à CPTM. Em seguida, Edson Artibani, gerente de operações, deu detalhes técnicos sobre a ferrovia e sobre a empresa. Por meio de um vídeo institucional, os universitários puderam aprender como foi o desenvolvimento da CPTM até chegar hoje, ano marcado pela construção e operação da Linha 13-Jade, inaugurada no 31 de março deste ano.

 

Também participou do evento o supervisor do Centro de Controle Operacional (CCO), Wanderley Alves, que explanou sobre a circulação dos trens, o sistema operacional, além de detalhes técnicos e operacionais de cada linha, individualmente. Nessa hora, surgiram algumas dúvidas e que ali mesmo foram sanadas.

 

O evento seguiu com a visita ao CCO. Divididos em grupos, os visitantes viram um pouco de como é o sistema de controle dos trens. Eduardo Ribeiro, 20 anos, está no terceiro ano do curso e comentou que a experiência de ver o painel sinótico foi muito interessante. “O painel é difícil de entender, mas eles explicaram de uma forma muito didática. Em época de vestibular, eu andava de metrô e trens, mas não tinha noção de como era o controle daquilo tudo”, lembra.

 

Os universitários também conheceram a sala de segurança, onde observaram o movimento de todo o sistema. A encarregada de segurança Valéria Silvestre explicou todo o processo diário do setor e a divisão de tarefas entre os agentes. Valéria aproveitou e contou diversas histórias da área e lembrou, inclusive, de quando atuava dentro das estações. Alguns ficaram bem surpresos com as histórias e comentaram sobre a organização de segurança.

 

Após uma pausa para o almoço, os visitantes seguiram para a Oficina de Engenheiro São Paulo, um dos pátios de manutenção de trens. Lá, os estudantes, em ambos os dias, participaram de palestras sobre a manutenção dos trens. O técnico de manutenção, Paulo Vinicio, mostrou para os universitários as frotas de trem que aquela oficina atende. De EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), eles tiveram a oportunidade de ver a rotina operacional e, inclusive, presenciar a manutenção de um trem da série 8500.

 

O professor José Reynaldo Setti do Departamento de Engenharia de Transportes (STT) da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP organizou, junto aos alunos, a visita e comentou como ela foi importante para a formação técnica deles. Segundo ele, “os alunos tiveram a oportunidade de enxergar o outro lado do sistema. A parte que o usuário comum não consegue ver”. Prossegue dizendo que quando dá aulas fala de algumas coisas que, vendo na prática, fica muito fácil a assimilação por parte dos alunos. Além dos alunos de graduação, participaram também da visita dois mestrandos em Engenharia de Transportes.

 

Por Wesley Santana da Assessoria de Imprensa da CPTM
Imagem: CPTM Companhia Paulista de Trens Metropolitanos

EESC para você         

Autonomia Universitária

Mais Buscados

Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo.